Ser diferente garante a sobrevivência

Pesquisadores da Universidade do Tennessee descobriram por que traços genéticos muito diferentes persitem na natureza: ninguém quer comer um bicho com uma aparência muito fora do normal. Por isso, ele sobrevive e fica livre pra passar seus genes “esquisitos” adiante.

Um predador, diz a pesquisa, reconhece os traços que as presas têm em comum e sabe rapidamente se aquilo faz bem o mal pra ele. Se a comida fugir muito do padrão, é melhor ignorar e passar para a próxima. O que é um paradoxo na ciência, já que a seleção natural tende a eliminar tudo aquilo que foge do modelo bem-sucedido.

Resta saber se o ser humano se encaixa na descoberta. O que você acha (o cara aí de cima tem mais chances de sobrevivência)?

Anúncios

Uma resposta to “Ser diferente garante a sobrevivência”

  1. Calcinha Suja Says:

    Erm … cara feio i i .. mas tem estranho pra tudo .. suponho que as coisas estranhas na natureza nao durem muito … a fema deve correr de uns troços desses tb xDDD …


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: